Lançar uma Newsletter - Rodolfo Cardoso

Lançar uma Newsletter

⏱ Tempo Leitura: 4 MIN

Já aqui partilhei várias ideias sobre Email Marketing, nomeadamente como eu acredito que muita gente ainda a vê como uma ferramenta menor (Não é apenas um Email: 3 reflexões sobre Email Marketing) ou a forma simplista como ainda muitos olham para a mesma (A Hora do Email Marketing).

Mas neste artigo quero dar um passo em frente.
Se já tiveste oportunidade de ler os artigos que referir anteriormente e estás convencido em avançar com a tua newsletter, quero deixar-te aqui alguns conselhos práticos.

Mas antes, procura responder a estas questões:
– Qual será o tema / área da tua newsletter? Do que irás falar?
– Quem é o teu público alvo?
– Qual a periodicidade? 

Procura as respostas a estas perguntas elas são importantes para te ajudar a definir uma estratégia e é por aí que deves de começar.

Olhemos agora aos tais conselhos práticos, nos cuidados que deves de ter no momento de lançar uma newsletter.

1) Quem?
O remetente do email. Quem envia o email deve estar claro para o subscritor. Evita usar um email como o noreply@empresa.pt, a ideia é estabeleceres um ponto de contacto e não o contrário.Procura que criar uma persona ou usar um email personalizado. As pessoas gostam de falar com pessoas, por isso usa um email como rodolfo@empresa.pt, torna-se mais próximo e humano.

2) Assunto de Email
Podemos assumir que este é o “desbloqueador” de emails, é através dele que muitas vezes decidimos abrir ou apagar o email. Tem em conta o seguinte: – Assunto de email curto (30 caracteres) a pensar no formato mobile.

3) Links nos conteúdos
Parece óbvio, mas aposto contigo que se fores ao teu email neste momento haverá mais do que uma newsletter com imagens sem links. E onde é que as pessoas mais clicam? Precisamente. Cliques deitados ao lixo. Lembra-te de confirmar os links em todos os conteúdos e os ALTs, aquele texto que vai aparecer quando a imagem estiver bloqueada (vai ajudar acredita em mim).

4) Segmentação e Personalização
Se queremos fazer diferente podemos começar por criar diferente para a nossa audiência. Toma como exemplo uma loja online, podes obter mais info sobre o teu cliente e enviar newsletters apenas com produtos que façam sentido para ele.Procura personalizar os conteúdos, colocar o nome do cliente no email ou enviar uma promoção que tenha por base o seu comportamento online têm um alto impacto.

5) Formato 
O meu conselho aqui é em primeiro lugar privilegiar o mobile. Mas com o decorrer do tempo olha para as estatísticas e entende onde os teus subscritores estão a ler os emails e faz as devidas adaptações.No entanto, se estiver pensado para o formato mobile não irás ter problemas em desktop. O que deves de ter em consideração:
– Assunto de email (já referido anteriormente);
– Design ao estilo app mobile: simples e directo, sem grandes rodeios;
– Reduz o uso de imagens, torna a tua newsletter leve e rápida de abrir.

6) CTA
Se o teu objectivo é levar o utilizador a realizar uma tarefa torna-a clara e simples. 
Atenção ao design do Call To Action, ao posicionamento e ao copy. Não compliques, sê directo e fala na primeira pessoa. Qual funcionaria melhor?
– Garantir Desconto
– Quero o meu Desconto
Em teoria, o segundo. Mas… Porquê não um teste A/B?

7) As métricas 
Por último, relembrar que não há melhor estratégia do que aquele que tem em consideração os números. Olha para a tua taxa de abertura, número de cliques, etc e analisa à luz dos teus objectivos qual o comportamento da newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *